Arquivo | Gestão RSS for this section

O incrível

Parece incrível, mas é verdade. Todos temos a tentação de conotar um dos três pasquins a um dos ditos três grandes do futeluso.

Pois bem, o Reco Reco é tido como próximo da lagartagem, o Nojo dos corruptos (esses nem tentam dissimular), e o Jornal do Serpa, do Benfica. Não é certamente o caso e a prova disso é que, dando uma vista de olhos pelos pasquins (exceptuando o nojo, o qual acho que já não o “cheiro” desde que nasceu), nota-se uma clara evidencia para continuar a falar do caso do JJ, mesmo sem haver mais nada a acrescentar até ao momento (a não ser contradizerem-se continuamente) e nisso o jornal do Serpa está a dar-lhe bem. E foi preciso chegar ao incrível, imagine-se, ser o Reco Reco a ter de relatar que: a atuação do árbitro do jogo VSC – Benfica foi classificada com “muito insatisfatória”.

O desempenho de Bruno Esteves no V. Guimarães-Benfica foi avaliado como “muito insatisfatório”, parâmetro que vai de 2,0 a 2,4.
O árbitro foi penalizado nomeadamente pelo penálti que ficou por marcar sobre Lima. Bruno Esteves teve ainda vários erros de análise em lances de fora de jogo.” Retirado de Record

O J.J foi tão poderoso nas suas palavras antes do jogo que ao que parece conseguiu condicionar árbitros para ser prejudicado no seu próprio jogo.

Que afinal também corre um outro processo na Liga que “o Serpa” não apresenta:

Caso do Estoril em averiguação
INQUÉRITO CORRE NA LIGA

A Liga vai colocar em marcha um processo de inquérito, no sentido de averiguar o cariz dos factos que terão ocorrido no Estoril-FC Porto. O presidente da AF Lisboa acusa de agressão Adelino Caldeira, em versão desmentida pelos azuis e brancos. A base da decisão são os factos noticiados.

O procedimento ficará, inicialmente, a cargo da Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga. Mediante o que for apurado, então poderá ser instaurado um processo disciplinar, com eventuais sanções a serem decretadas pelo Conselho de Disciplina da FPF. Isto em paralelo com a litigância que deverá correr na justiça comum face ao que foi anunciado, tanto pelos dragões como pelo líder da associação lisboeta.

Também responsabilizado deverá ser o delegado Reinaldo Teixeira, que omitiu do seu relatório os factos que terão ocorrido na tribuna presidencial da Amoreira.” Retirado de Record

No caso acima, chamo especial atenção ao que está a negrito.

Assim como foi o único a recordar os acontecimentos no pavilhão do dragay, aquando da final do playoff do campeonato de Basquetebol de 2012.

Se fosse possível gostaria de solicitar aos pasquins se conseguem saber junto da PSP se o agente que se vê nas imagens a guardar o relógio do Jorge Jesus, se o devolveu ou se está esquecido? Também estás nas imagens… e caso não o tenha devolvido, então estaremos perante um furto, qual é a moldura penal para isso? Será que podem consultar o escuteiro Meirim novamente, a ver se ele sabe?

Onde andavas CMVM?

Este post, “Sujidade do Futebol Português“, do Blog Resultados do glorioso, faz um resumo daquilo que os jornalistas franceses conseguiram fazer e que os mérdia portugueses nunca tentaram fazer e que a CMVM, tão lesta a pedir esclarecimentos ao Benfica, será que não encontrou nada de especial nas transferência do Mangala e do Defour? Ao que parece os jornalistas franceses conseguiram ir mais longe do que qualquer merdia português ou funcionário da CMVM. Não é só a transferência destes dois jogadores que é analisada na peça. Aliás, é uma peça com cerca de hora e meia de investigações

Aliás, ao minuto 43 (+/-) faz-se uma análise ao jogadores que deram mais rendimento aos seus investidores. Segundo o que percebi, este tipo de investimentos, em passes de jogadores, por terceiros, está proibido, quer em França, quer em Inglaterra (não sei bem os moldes destas proibições, porque o meu francês já não está tão bom como pretendia).

O curioso é que as transferências que proporcionaram mais rentabilidade aos seus investidores, foram estes:

  • Deco – 21%
  • Lisandro Lopez – 37%
  • Di Maria – 64%
  • Pepe – 147%
  • Falcao – 164%

Nota: Jogadores da Doyen Sports. Nossos “conhecidos”, encontram-se por lá: o Ola John, o Mangala, o Defour, o Labyad, o Reyes, o Falcao e o Rojo,

Seja de que clube for, tudo deverá ser investigado, infelizmente neste país, parece que só alguns clubes é que vêem as suas transferências a serem investigadas pelos mérdia. Valha-nos a internet, para que consigamos ver o que outros jornalistas fazem. A partir do minuto 33, sensivelmente, do vídeo, os jornalistas tentam obter informações sobre a transferência do jogador Mangala. Mas não vou voltar a fazer o trabalho que o colega do blog Resultados do glorioso, já fez, no post referido no inicio.  Ainda, pior, é ter a certeza que os adeptos do clube corrupto, estão a marimbar-se para o que se passa dentro do seu próprio clube, extra-futebol. Não querem saber se o dinheiro é oferecido a pessoas condenadas, ou se é uma empresa de extracção mineira quem detém parte do passe dos jogadores.

Este post, serve essencialmente para os profissionais dos merdia portugueses, verem que, o trabalho que eles não fazem, porque são corruptos, alguém o faz. E felizmente, as novas tecnologias permitem-nos ver esse trabalho.

Para terminar, reitero que todas as transferências deveriam ser investigadas, sejam elas do Roberto, do Mangala ou de outro jogador qualquer. Infelizmente, neste país, apenas se for jogador do Benfica é que a transferência tem direito a tempo de antena em TV’s, páginas de jornais ou pedidos de esclarecimento em catadupa por parte da CMVM.

As perguntas que deixo para o final são: Em que é que o “futeluso” anda metido? Quando é que se acaba com isto?

O resto fica para cada um pensar.

Os “mitos”

Volta e meia, eu gosto de analisar alguns “mitos urbanos” e desta vez como tanto se fala da quantidade de jogadores estrangeiros que o Benfica tem, fui analisar as contas dos ditos três grandes.

Até porque agora há quem apelide o Benfica de clube da Sérvia, mas não há quem apelide o Sporting e o Porto de clubes da Caiprinha, Picanha ou cachaça, quando na equipa principal quer o Sporting quer o Porto tem mais jogadores brasileiros do que o Benfica tem oriundos da Sérvios.

Depois fui analisar as quantidade de Nacionalidades dos plantéis Principal e B das mesmas equipas e mais uma vez, o Benfica tem a fama, mas apenas isso, porque enquanto o Benfica tem jogadores com 12 nacionalidades distintas, Porto e Sporting tem jogadores de 18!!! Não sabias? Não se fala muito disso na comunicação social.

E sabias que o Benfica (entre a equipa A e B) tem mais jogadores portugueses que o Porto? E só menos 2 que o Sporting?

E em %, o Benfica tem cerca de 45% de jogadores portugueses nos dois plantéis, enquanto o Sporting tem 52% e o Porto tem 39%!! Curioso.

Ainda poderão entrar e irão sair jogadores, mas para já o que temos é este resumo que obtive, utilizando dados do site zerozero.pt.

Nota: A distribuição dos jogadores pelas Equipas Principal e B, pode não estar correcta, pois nem sempre o site está correcto e baseei-me no meu conhecimento dos plantéis.

 

Benfica

Jogadores Benfica

 

 

 

 

Porto

Jogadores Porto

 

 

Sporting

Jogadores Sporting

Falar para dar nas vistas

Sempre critiquei e sempre o irei fazer, a quem faz disto forma de estar.

E quer seja o Rui Rangel, quer seja o Veiga, seja o Bruno Carvalho, ou seja quem for é isto que tem feito. Aparecem quando sabem que há sangue e nunca aparecem para fazer nada construtivo, aparecem sempre para atirar mais achas para a fogueira.

Isto, para mim, gente sem escrúpulos, sem qualquer respeito pelos verdadeiros sócios. E seja o Vieira, seja qualquer um destes, nunca terão o meu voto enquanto sócio, pois não é neste tipo de gente que me revejo.

Gente com tanto poder junto da comunicação social, poderia fazer tanta coisa bem feita, mas opta sempre por chamar a si os holofotes da ribalta, em vez de colocar o Benfica em primeiro lugar, que é algo que tanto proclamam.

Se querem o Benfica em primeiro lugar, deixo-vos algumas sugestões, juntem-se todos e criem um grupo de sócios/adeptos, onde ouçam todos os sócios/adeptos, todas as reivindicações, opiniões, queixas, sugestões ou aplausos. Sejam mais um de nós em vez de quererem ser o Presidente do Benfica.

Não fiquem à espera de apoios, sejam um de nós e apareçam nas manifestações, vão ao estádio, saiam da cadeira VIP e vão para as cadeiras de plástico sentir o que sente o adepto “anónimo”. Deixem de ler ou de pedir/pagar a alguém para ler por vós o que os Benfiquistas escrevem nos fóruns e nos sites e vão para a frente da luta. Façam como o Cosme Damião e deixem o protagonismo de lado, para serem um braço de força, para serem um de muitos.

Sejam transparentes e ofereçam transparência. Tirem a gravata (até porque eu não acredito em pessoas de gravata), arregacem as mangas e seja um guia para os muitos que precisam e tem a necessidade de se fazer ouvir e não conseguem.

Vocês tem o poder de se conseguir fazer ouvir, mas falta-vos o poder de conseguir unir. Unam primeiro os Benfiquistas que os Benfiquistas reconhecerão o vosso valor, se o tiverem, para serem Presidente do Benfica.

Há tantos Benfiquistas com capacidade de se fazer ouvir, mas parece que não há nem um, com capacidade de organizar um projeto de união dos Benfiquistas, independente de Presidentes, Direcções ou SADs.

Em tempo houve quem quisesse avançar com um projeto de criação de um grupo de sócios e adeptos Benfiquistas, quer repsentasse todos os Benfiquistas, que nunca avançou, pois que avance agora. Um grupo de sócios, que no limite acolha todos (poderá haver quem não se sinta representado), que tenha a capacidade de reunir as assinaturas necessárias para convocar AGs, que tenha “voz” nas AGs, em nome de milhares, para apresentar propostas e que possa ser um pólo de união dos sócios, independente de qualquer Direcção.

Eu sei, que isto, são tudo deveres do próprio clube, mas se quem está no clube faz ouvidos moucos, então a voz de quem fala tem de subir de tom.

Quem quer ser pelo Benfica, tem de deixar cair a sua própria campanha, para ser pelo Benfica.

É a minha opinião e é só minha, quem quer gosta, quem não quer não gosta.

Maritimo 2 – 1 Benfica (Rodrigo)

A minha desmotivação desde a pré-época tinha um sentido de ser. Tudo o que se passou ontem era mais do que espectável, pelo menos para mim.  Sempre com a esperança de poder estar enganado, mas no final, foi impossível mostrar qualquer surpresa com o desfecho.

A equipa do Benfica jogou mal, muito mal, não que o Marítimo tivesse jogado coisa alguma, o Marítimo não jogou rigorosamente nada, no entanto, duas ou três vezes foi à baliza do Benfica e fez golo. Ponto final.

Continuo a dizer que o JJ não tem mais para dar ao Benfica, está a esgotar-se, a esgotar os adeptos e a esgotar a equipa como consequência. Existem jogadores novos que já estão a ser vaiados, quando o alvo é só um. Quando sair, já vai tarde. Nem sequer vou colocar em causa a competência do JJ como treinador, simplesmente as condições atuais não lhe permitem continuar a ser treinador do Benfica. Só o vai continuar a ser, porque o LFV acha que não pode cometer o mesmo erro que cometeu com o Fernando Santos. Meu caro, o Fernando Santos não demorou 4 anos a ser despachado, por isso, esse erro já nunca mais o cometes.

As outras questões, tão ao mais importantes, como a má exibição do Benfica, são as arbitragens. Na pré-época vimos que que as equipas estavam em forma. Durante os jogos particulares, percebeu-se claramente que os árbitros, perdão, os ladrões, portugueses não tinham qualquer problema em expulsar jogadores do Benfica, por penaltis ou por entradas mais duras, enquanto que os corruptos podiam ter jogadores a agredir consecutivamente, e no mesmo lance, um jogador adversário, que nunca seria motivo para expulsão.

Ontem assistimos a mais do mesmo. Penalti contra o Benfica, que quanto a mim me parece bem assinalado, contudo (e também graças à isenção da Sporco TV, vamos ver se alguém a questiona quanto a isso, claro que não, o dono estavam em Setúbal a acompanha a sua equipa) é completamente impossível saber se o jogador que sofre o penalti está ou não em fora de jogo.

Ainda na primeira parte, o Lima é empurrado claramente, pelas costas, na linha de fundo já dentro da grande área e népias, nunca há motivo para nada. Já no final do jogo sofre um toque e novamente, nada. Mais do mesmo.

A seguir, e tal como já tinha anunciado no passado, o amigo Capela, em Setúbal volta a mostrar serviço. Depois de já os ter empurrado (precisamente contra o Setúbal) para a final da Taça da Liga, da época passada, volta a estar em grande. Num momento de aperto, capela aparece. Josué empurra o GR adversário e não é considerada agressão, já o encosto de cabeça do GR do Setúbal é uma agressão de todo o tamanho. No final, Capela terá dito ao presidente do Setúbal, que “era o critério dele”.  Já para não falar do golo não validado.

Se por um lado, o Benfica nunca irá poder jogar mal e ganhar, por outro, os corruptos até podia jogar com os iniciados que a garantia de vitória anda de apito na boca.

As coisas são tão descaradas, que nem sequer se entende, como é que não se faz uma investigação verdadeira, pelas entidades competentes. Noutros países, já haveriam dirigentes e árbitros presos. Até em Itália isso foi possíve, aqui, a máfia continua a ter uma sombra maior do que a própria força. Basta ver pelos candidatos à C.M.Porto, para perceber que o corrupto mór, tem 3 cavalos diferentes para o mesmo poleiro.

Quanto à lagartagem, não vale a pena ficarem já todos empolgados, uma vez que para a semana, nem sei com quem é o jogo, mas já estão a ser gamados, para perderem o jogo e para que a terceira jornada seja já um jogo para rebentar com tudo.

Ponto de situação

A pré-época já está quase no fim, e sinceramente a nova época não me está a deixar com grandes expectativas.

O afastamento entre os adeptos e o treinador, com a direcção pelo meio, faz-me antever o tempo em que jogar em casa era um inferno para a equipa do Benfica. Isto não deveria ser assim.

Sempre tentei distanciar a gestão económica das emoções de adepto, mas há alturas em que começa a ser quase impossível fazê-lo.

Não consigo compreender a gestão da equipa que está a ser feita. Todos concordamos que os quadros do Benfica tinham jogadores a mais e que se precisava de resolver essa situação. Há situações em que a dispensa dos jogadores até foi consensual, mas há outras que, pelo menos a mim, não fazem sentido.

Não consigo perceber, como é que é possível ir buscar jogadores a escalões inferiores ou mesmo de equipas de primeiro escalão de campeonatos quase “obscuros” e não se dar uma única oportunidade ao jogador que durante 2 épocas obteve prémios em catadupa na II Liga portuguesa.

Não consigo entender, como é que se apostou no Roderick, na época passada, para jogos tão importantes e agora dispensa-se, a “custo zero” (coloco entre aspas porque nestes negócios há sempre qualquer coisa a explicar).

Os negócios Pizzi/Roberto, são tudo menos claros. Entendo perfeitamente o que os comunicados dizem, não preciso que mos expliquem, o que precisava era de perceber como é que se fazem negócios destes e com que objectivos ou motivações por trás. Vender um jogador a um clube, que tanto quanto todos sabíamos, já não era nosso, e comprar metade do passe outro jogador (internacional português) a esse mesmo clube e emprestá-lo de imediato a outro clube espanhol, simplesmente não faz sentido.

O argumento de que foi o jogador que pediu para ficar em Espanha, também não cola, porque se isto funciona por discos pedidos, então o Cardozo já deveria estar a treinar e não teria sido impedido de entrar no Estádio da Luz, no jogo de ontem. Porque segundo vamos sabendo publicamente, o Cardozo já pediu para treinar e queria ir ver o jogo de ontem. Pelo que então, os discos pedidos não funcionam para todos.

E com isto, leva-me ao jogo de ontem, tirando o golo em fora de jogo (nada a que os árbitros portugueses não nos tenham já habituado), o primeiro golo é um típico golo sofrido, pelo Benfica, na “Era JJ”.

A mim, já me cansa ver golos sofridos em todos os jogos, ver golos sofridos quase sempre da mesma forma, já me indicia algo mais. Ou é de bola parada ou é de contra-ataque. Também convenhamos que é a forma mais fácil de marcar golos ao Benfica, já que o Benfica deixa quase sempre mais de meia equipa no meio campo ofensivo. Já se alterava qualquer coisa.

Do meio campo para a frente estamos muito bem em termos de quantidade e qualidade. Porém, gostaria de alertar aqueles que tanto criticam o Cardozo quando falha muito, que acontece o mesmo ao Lima (por exemplo), quando tem de ser ele a terminar quase todas as jogadas. Sejamos coerentes.

Espero enganar-me, mas para já prevejo um inicio de época muito atribulado. Não há “paz” entre adeptos e treinador/direcção, e a equipa vai levar por tabela. Infelizmente, estas são as minhas expectativas. Oxalá me engane, oxalá.

Do passado para o futuro

Neste novo museu do Benfica, está também representada uma parte da história deixada por Fernando Martins. Não faço juízo de opiniões sobre os seus mandatos, cada um terá de certeza a sua opinião, mas ninguém poderá deixar de dizer que fez parte da história do Benfica.

Museu Cosme Damião

Museu Cosme Damião

Agrada-me

A notícia sobre o serviço “Combóio Benfica” agradou-me. Tanto me agradou que, há uns meses atrás enviei um e-mail para o departamento de Marketing o Benfica a sugeri-lo.

A 2 de Abril de 2013, tinha deixado uma série de sugestões uma das quais era esta:

Uma parceria com a CP ou quem sabe mesmo com a TAP que tornasse, a viagem  mais barata, para os sócios, portadores de bilhete de jogo, era de valor;

Se o meu e-mail serviu para alguma coisa, não faço ideia, mas esta ideia agrada-me.

Espero que tenham em conta as restantes sugestões.

Ainda cá andamos

Não desaparecemos, apenas não temos é paciência nenhuma para “Silly Seasons”.

Resumindo o mais importante (para mim):

Uma AG

Realizou-se uma AG do Benfica, para aprovação do Orçamento para a próxima época. Mais uma vez, ao que parece, correu com incidentes e com pouca afluência dos sócios. Contra mim falo, pois 300 kms de distância será sempre um impedimento físico para estar presente. Pode ser apenas uma desculpa, mas para mim é uma consequência da distância. Mas já era altura da Direcção do Benfica abrir a AG para todos os sócios. Temos um canal próprio, temos casas do Benfica espalhadas por “todo o mundo”, sistemas automáticos para votações  e temos internet. Temos todas as condições para tornamos as nossas AG um espaço para todos os sócios. E se precisarem de ideias de como implementá-las, eu estou disposto a oferece-las, basta perguntarem.

Perdemos a final do campeonato de futsal

Não sendo nada que me admirasse, dada a péssima época que realizamos, deixou-me completamente revoltado perceber que perdemos como perdemos por culpa da arbitragem. Única e exclusivamente. Entre penaltis roubados e a impossibilidade de ver a lagartagem atingir a sexta falta. Acho que isso não é possível, segundo os regulamentos, valeu de tudo. Incluindo ver um, já “habitué sarrafeiro”, partir prónio e a tíbia (salvo erro) ao Vitor Hugo, e a equipa de arbitragem achar que foi um lance normal, dentro da área. O que é certo é que perdemos e que a tal diferença de qualidade que o arrogante treinador lagarto tão alto berrou, pautou-se essencialmente por erros de arbitragem.

Dispensas nas modalidades

Tirando as do hóquei em patins, com as quais não concordo na íntegra, as do futsal e do basquetebol estão dentro do que eu também faria, com excepção do César Paulo, no futsal, que apesar das consecutivas lesões, sempre se mostrou um jogador de grande valor e totalmente dedicado. Quanto as restantes, sinceramente não sei os motivos, talvez idade, talvez vontade própria de novos desafios, sinceramente não sei e não pertenço à classe dos que sabem tudo o que se passa “de fonte segura”, por isso, só me resta desejar-lhes boa sorte, desde que a sorte deles não colida com a do Benfica.

Benfica TV passa a Premium

A Benfica TV passa a partir de hoje a ser um canal Premium, nos diversos prestadores de televisão por cabo, com um valor de subscrição mensal de €9,90. Não vou opiniar sobre os moldes de negócio, nem sobre os acordos, pois não tenho conhecimento técnico na área para poder fazer uma avaliação económico-financeira séria, por isso limito-me a ler o que outros com mais e melhores conhecimentos, que eu, vão escrevendo.

E para já é só isto.

Sobre o Bruno Carvalho

Segundo o blog Planeta Benfica, ao que parece, aquele que foi candidato à presidência do Benfica, teima em aparecer sempre que a Direcção do Benfica fala.

Quer este sujeito convencer alguém de que quer o bem do Benfica, quando só aparece para criticar e mandar calar (sim porque ele até tem moral para mandar calar) a comunicação do Benfica, quando esta se defende das sucessivas ofensas, mentiras e até mesmo falta de vergonha de vários agentes directos e indirectos do futebol.

A pergunta que eu deixo ao Bruno Carvalho é esta: ONDE É QUE TU ESTAVAS DURANTE AS ÚLTIMAS SEMANAS?

 

Tu, não és mais do que um dos agentes que mencionei em cima, não quero saber se és ou não benfiquistas, mas és egocêntrico e tens uma agenda tão pessoal que até pode ser encontrar no mais banal dos  equipamentos de GPS aqui do Norte. Mas quem és tu para mandar calar quem quer seja?

Onde é que estavas tu, quando dirigentes, ex-jogadores, escribas sem fígado, etc  de outros clubes escreviam ou falavam publicamente, atacando o Benfica com mentiras, pressões sobres os árbitros, manipulando programas de “paineleiros” na TV, ou até utilizando a Rádio pública para fazer propaganda anti-Benfica? Em que buraco andavas tu enfiado, para só agora, qual suricata, teres saído do buraco?

Agora é a minha vez de te dar um conselho:

MANTÉM-TE CALADINHO, PORQUE QUANDO “ABRES A BOCA” SÓ SAI MERDA E NUNCA, MAS NUNCA AJUDAS O BENFICA EM NADA.