Archive by Author | F1

Estoril 1 – 2 Benfica (Lima, Cardozo)

Tirando o golo do Cardozo, e ter visto o Balboa a marcar um golo e de cabeça, não se aproveita rigorosamente mais nada daquela espécie de jogo, que aconteceu ontem.

Tão mau, mas tão mau, mas tão mau, que por várias vezes dei por mim a concluir mais uma vez, que só por masoquismo é que se acompanha os jogos até ao fim… ou isso ou é mesmo amor. Aliás, só pode ser amor, porque interesse não tive nenhum.

Duas palavras para o árbitro, “Uma Merda”. Cartões amarelos mal mostrados, cartões vermelhos directos por mostrar e na minha opinião, não havia motivo para marcar grande penalidade, mas como diz um promissor poeta da nossa praça: “Ao menos foi dentro da área e há uma mão a tocar numa bola!”, por isso, quero que se f… Só que o Lima fez questão de fazer o mais difícil, denunciar completamente o lance e fazer um passe ao GR.

Os meus parabéns ao Estoril, que fez um excelente jogo, com todas as condicionantes que tem.

PSG 3 – 0 Benfica

Só por masoquismo puro, fiquei a ver o jogo depois de ver o meu clube sofrer o terceiro golo. Quase todos os golos sofridos, foram sofridos como sofrem as equipas amadoras. Os autores dos golos aparecem basicamente sozinhos frente a frente com o GR a dois ou três metros do GR.

Já nem falo da atitude dos jogadores em campo, que roçou a mediocridade. Corriam muito, esforçavam-se muito, mas sem qualquer sentido. Quando dou por mim, está o Cardozo a fazer a posição 10, para assistir…. ninguém…

Já escrevi, por várias vezes, que o JJ, se sair hoje, já vai tarde. Já não está a trazer nada à equipa e só está a deteriorar a relação entre os jogadores e os adeptos.

Ou muito me engano, ou no próximo domingo iremos voltar às assistências a rondar as 1000 pessoas.

Quando no inicio da época referi que não me sentia, minimamente entusiasmado com a época que se aproximava, era precisamente a isto que me referia.

O JJ não é o único que está mal no panorama atual do Benfica. A Direcção já deveria ter atuado, em todas as frentes e não o está a fazer. Perder com o PSG até poderia ter sido normal, se o jogo assim o proporciona-se, mas o PSG não fez basicamente nada o jogo todo. Trocou a bola maioritariamente na sua defesa e saiu em ataques rápidos.

Foi quase sempre eficaz, nos ataques que fez. Quase todos os ataques deram remates à baliza, ao contrário dos ataques do Benfica.

Os dois defesas laterais podem mudar as vezes que quiserem, que qualquer um, vai parecer um nabo, enquanto jogarmos com esta táctica.

Por isso, hoje sinto-me envergonhado por ter visto aqueles 11 a jogar em campo, como baratas tontas, sem saber o que fazer.

Benfica 1 – 1 CFB (Cardozo)

Isto é fantástico, num campeonato onde ninguém joga nada, quem decide os jogos são os consumidores de fruta.

O Benfica não jogou a ponta de um chifre, os corruptos não jogaram a ponta do outro chifre, quanto aos lagartos, não posso comentar, pois não vi o jogo, mas o que sei é que vamos na 6 jornada e não há um único jogo onde o Benfica não tenha sido roubado.

Ainda esta época, num jogo arbitrado por gente séria, contra o Anderlecht, foi anulado um golo aos belgas, pelo mesmíssimo motivo que deveria ter levado a anular o golo do Belenenses ontem.

E não ver o penalti sobre o Cardozo?? A sério, ide brincar com o caralho.

A exibição do Benfica foi inexistente, contudo os ladrões da APAF são, neste momento, os responsáveis pela atual ordem da tabela classificativa. São eles, que roubou atrás de roubo amputam as hipótese do Benfica, mesmo a jogar mal estar no topo, ao mesmo tempo que tem levado ao colo os que se encontram no topo. Já era hora para o MP recomeçar a investigação sobre a corrupção no futebol. É uma obrigação do Estado Português.

A única coisa que se pede, é que a justiça do futebol seja cega, o que não é, vê cores e padrões. E está instruída para prejudicar sempre os mesmos.

No que ao futebol diz respeito, há pouco a dizer. Jogar em casa, da forma que jogaram, contra o último, não é rigorosamente nada. O Wenger, só tinha 12 ou 13 jogadores quando começou a época e vai agora em primeiro lugar no campeonato inglês, com todas as limitações que a equipa dele continua a ter. Independentemente de todas as polémicas recentes, continuo a defender, que o JJ já deveria ter saído no final da época. Já não tem mais ideias, está a desgastar os jogadores, os adeptos e a ele próprio. Mas parece que vamos ter de continuar a Via Sacra, até ser tarde de mais.

Onde anda o relógio?

LFV diz que o JJ perdeu o relógio. Todos nós sabemos que o relógio foi apanhado por um policia, o mesmo que ao que parece está a acusar o treinador do Benfica de agressões. Ora bem, se o excesso do JJ é condenável, o que é que podemos dizer sobre este assunto?

E pegando no mote deixado pelo colega da web “Papoilas do Biscaia“, será que é possível aos mérdia abordarem o assunto e saberem ao certo, desculpem, “ao certo” não coaduna com o trabalho dos mérdia, mas pelo menos saber o que aconteceu ao relógio? O agente que o apanhou está identificado nas imagens, tal como o JJ.

Tentam lá saber o que se passa, até porque o relógio não deve ser barato.


Quem merece merece

E o Van Der Gaag merece, todo o meu apoio e solidariedade para ultrapassar o momento menos bom pelo que está a passar. O atual treinador do Belenenses sempre soube estar no futebol e respeitar toda a gente. Pelo menos é essa a ideia que eu tenho.

A vida acima de tudo.

Boa sorte Van Der Gaag

O incrível

Parece incrível, mas é verdade. Todos temos a tentação de conotar um dos três pasquins a um dos ditos três grandes do futeluso.

Pois bem, o Reco Reco é tido como próximo da lagartagem, o Nojo dos corruptos (esses nem tentam dissimular), e o Jornal do Serpa, do Benfica. Não é certamente o caso e a prova disso é que, dando uma vista de olhos pelos pasquins (exceptuando o nojo, o qual acho que já não o “cheiro” desde que nasceu), nota-se uma clara evidencia para continuar a falar do caso do JJ, mesmo sem haver mais nada a acrescentar até ao momento (a não ser contradizerem-se continuamente) e nisso o jornal do Serpa está a dar-lhe bem. E foi preciso chegar ao incrível, imagine-se, ser o Reco Reco a ter de relatar que: a atuação do árbitro do jogo VSC – Benfica foi classificada com “muito insatisfatória”.

O desempenho de Bruno Esteves no V. Guimarães-Benfica foi avaliado como “muito insatisfatório”, parâmetro que vai de 2,0 a 2,4.
O árbitro foi penalizado nomeadamente pelo penálti que ficou por marcar sobre Lima. Bruno Esteves teve ainda vários erros de análise em lances de fora de jogo.” Retirado de Record

O J.J foi tão poderoso nas suas palavras antes do jogo que ao que parece conseguiu condicionar árbitros para ser prejudicado no seu próprio jogo.

Que afinal também corre um outro processo na Liga que “o Serpa” não apresenta:

Caso do Estoril em averiguação
INQUÉRITO CORRE NA LIGA

A Liga vai colocar em marcha um processo de inquérito, no sentido de averiguar o cariz dos factos que terão ocorrido no Estoril-FC Porto. O presidente da AF Lisboa acusa de agressão Adelino Caldeira, em versão desmentida pelos azuis e brancos. A base da decisão são os factos noticiados.

O procedimento ficará, inicialmente, a cargo da Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga. Mediante o que for apurado, então poderá ser instaurado um processo disciplinar, com eventuais sanções a serem decretadas pelo Conselho de Disciplina da FPF. Isto em paralelo com a litigância que deverá correr na justiça comum face ao que foi anunciado, tanto pelos dragões como pelo líder da associação lisboeta.

Também responsabilizado deverá ser o delegado Reinaldo Teixeira, que omitiu do seu relatório os factos que terão ocorrido na tribuna presidencial da Amoreira.” Retirado de Record

No caso acima, chamo especial atenção ao que está a negrito.

Assim como foi o único a recordar os acontecimentos no pavilhão do dragay, aquando da final do playoff do campeonato de Basquetebol de 2012.

Se fosse possível gostaria de solicitar aos pasquins se conseguem saber junto da PSP se o agente que se vê nas imagens a guardar o relógio do Jorge Jesus, se o devolveu ou se está esquecido? Também estás nas imagens… e caso não o tenha devolvido, então estaremos perante um furto, qual é a moldura penal para isso? Será que podem consultar o escuteiro Meirim novamente, a ver se ele sabe?

“O Cerbero”

Há quem não conheça, mas o Cerbero, é tal como o cavalo marinho do Freixo, uma figura mitológica, que se caracterizava por ser um cão de três cabeças que guardava a entrada do mundo dos mortos.

Diz a mitologia que o Cerbero era muito afável com quem chegava, mas na hora das almas quererem ir embora, ele enraivecia-se e não deixava ninguém sair

É mais ou menos isto que esta a acontecer para os lados do Freixo, um cão com várias cabeças a tentar ladrar para todos os lados. Ou é o Director-Geral desse canal idóneo de nome Porto Canal, ou é um ex-funcionário (corrido) da RTP, que agora trabalha na África do Sul. De todos os lados começam a surgir as cabeças do cão, que os mérdia tentam esconder.

Já ontem outra das cabeças, um tal de Verme Aguiar, corrido do PSD (em 2010), por ter uma agenda própria, como podem ler na noticia e do qual destaco este parágrafo, para os menos atentos:

“O líder concelhio dos social-democratas lembra que José Guilherme Aguiar, após ter perdido as eleições para a presidência da Câmara Municipal, “sem estar autorizado a tal pela CPC, celebrou um acordo pessoal com o PS passando a ser o responsável pelo pelouro do Desporto, com as competências que o presidente da Câmara lhe delegou, e administrador da empresa municipal Matosinhos Sport”. Segundo Pedro da Vinha Costa, o vereador “não pode, à luz dos estatutos do PSD, definir a estratégia do Partido.” (desconheço se a falência/desaparecimento do Leixões faria parte da agenda, mas equipando de vermelho e branco é bem provável que fosse)

questionou, num programa de TV, porque razão estaria um Membro da comissão técnica de fiscalização da liga, no jogo VSC – Benfica. O verme, coloca a questão para o ar, porque se segundo o mesmo, esse funcionário da liga não se encontrava em serviço. Folgo saber, que um quase comum cidadão, quase, porque na realidade, falamos de um verme, tenha acesso à agenda de todos os funcionários da Liga.

O que ele não disse, foi que os responsáveis por acreditar o acesso a quem quer que seja naquele estádio para além da Liga, é o próprio VSC. Por isso, terá de ser ao VSC que deverá colocar essa questão e não atira-la para o ar tipo escarro e tentar que não lhe caia na cara.

Quanto à badalhoca insinuação que fez em relação às intimidades entre o dito sujeito e o treinador adjunto do Benfica Raúl José, tenho a dizer, que só um gajo muito, mas mesmo muito porco é que diz o que disse. E como o verme é mesmo muito porco, então as declarações são mesmo a cara dele.

Ainda vai surgir mais um ou outro cão a ladrar, para ver se episódios como suicídio dentro do estádio, agressões ao Presidente da AFL, ou processo que decorrem em tribunal, passam despercebidos.

Entretanto na porcolândia

Começa-se a entender o porquê da extrapolação das noticias sobre o processo do JJ.

Já o disse e volto a repetir, houve exageros de parte a parte que não deveriam acontecer, mas já se passaram coisas piores no mundo e ninguém foi preso por isso, como por exemplo o Sir Alex Fergusson ter dito publicamente que o policia que queria deter o Rooney era um drogado (janado, no calão) e nem o título de Sir lhe retiraram. Mas adiante.

Hoje percebe-se o porquê do desvio das atenções:

Pinto da Costa sentou-se ontem no banco dos réus, na sequência de uma ação interposta pelo jornalista Valdemar Duarte. O caso remonta a 27 de novembro de 2011 e, além do presidente do FC Porto, foram constituídos arguidos mais três funcionários do clube: Joaquim Pinheiro (responsável pela formação), Rui Carvalho (team manager da equipa B) e Fernando Brandão (roupeiro da equipa principal). Sobre todos eles, recai uma queixa por ofensa à honra e dignidade, através de injúrias, além de uma queixa por ofensa à integridade física. Neste caso, o visado foi Fernando Brandão, acusado por Valdemar Duarte de lhe ter “dado uma bofetada”. O arguido respondeu que foi “tudo mentira”, mas a  testemunha Manuel Queiroz confirmou a existência da agressão.

Tudo aconteceu após o FC Porto-Sp. Braga. Quando se dirigia para a sala de imprensa, o jornalista alegou ter sido intercetado pelo líder dos dragões que o questionou:“Perguntou-me se estava ali como jornalista ou como benfiquista? Além disso, deu-me uma peitada”, ato que ter-se-á repetido. Valdemar Duarte diz ter sido “insultado e provocado” e vítima de “um ataque pessoal e enquanto jornalista”. À juíza disse ainda ter sido “empurrado e levado palmadas dos seguranças” que o impediram de aceder à sala de imprensa.

Quanto a Pinto da Costa, garantiu que “não é verdade que o tenha insultado. Limitei-me a perguntar se estava ali como comentador desportivo ou como adepto do Benfica?” retirado do Reco Reco

Não é inocente o facto desta noticia não ser destaque em nenhum dos jornais, em detrimento do que se passou em Guimarães, especialmente depois de voltarmos a ler o que está a negrito e sublinhado. Aliás, o monte de esterco referido no post anterior, nem sequer menção faz ao facto, mas as noticias sobre o treinador do Benfica, multiplicam-se.

Podemos juntar à ausência de comentários dos ditos escribas, ao insulto do Presidente da AFP ao seu congénere da AFL, após este ser agredido física e verbalmente, tendo sido indicadas testemunhas. O que é que o energúmeno faz? Mesmo sem ter lá estado, insulta o seu congénere. E o que faz o responsável máximo, o qual ainda não se livrou do apoio do Presidente do Benfica, LFV? Nada, rigorosamente nada, porque tudo o que deveria fazer vai contra os propósitos para o qual foi mandatado.

Já tarda o distanciamento desta gente. Aliás, deixa-me ainda mais lixado, ver que por esta altura do campeonato, não percebo o porquê do Humberto Coelho estar no meio daquela gente.

Os mérdia são assim

Quando o comunicado de um clube ataca directamente um pedaço de merda impresso em papel e agora online, que se diz jornal, porque os seus assalariados não sabem o que é jornalismo, não respeitam o código de ética da sua profissão, aquilo que é suposto é que os visados se defendam das acusações.

Ao contrário disso, o pedaço de esterco que tem sede na Rua Gonçalo Cristovão, na cidade do Porto (não confundir a cidade com a agremiação que utiliza o seu nome), entende que mais uma vez deve responder como um verdadeiro corrupto.

O comunicado que esse monte de esterco publicou não é mais nem menos do que o que normalmente se vê um comum adepto do CRAC, dizer ou escrever. E com esse comunicado, esse monte de esterco só veio dar razão ao comunicado do Benfica, que não só são um veículo de comunicação do CRAC, como primam pela falta da originalidade. Oxalá o vosso futuro seja o mesmo do vosso patrão, a falência.

O comediante

Podia ser o nome de um filme, mas não, é apenas o nome do sujeito que não quer falar dos árbitros, que pertence a um CRAC, que nunca coage árbitros, nem sequer os ameaça, mas vamos por partes.

O novo artista da comédia, atribui às palavras do JJ a desculpa do empate do seu clube. Ao que parece já não empataram por incompetência, mas sim por culpa do árbitro. Diz ele que o penalti do Estoril é um metro fora da área… Não sei, não vi, mas de Maio a Setembro vão uns longos… 4 ou 5 meses (dependendo dos dias em questão). Aquilo que não conseguiu ver, quando vestia de amarelo e usava chapéu, conseguiu ver agora. Contudo, ainda demorou umas 5 jornadas, para ver penaltis fora da área, e nem sei como é que não se lembrou dos empurrões. Há leis que são exclusivas do CRAC.

Contudo, o que se passou é que um árbitro corrputo, arbitrou um jogo de um clube corrupto. Se no passado este mesmo árbitro já perdoou uma expulsão flagrante ao Otamendi e marcou penaltis como se não houvesse amanhã, alguma coisa deve ter ficado por fornecer, ao nível de serviços, a este árbitro corrupto. O conhecimento popular, costuma dizer que “Ladrão que rouba ladrão, tem cem anos de perdão”, será que é mesmo assim? Vamos aguardar para ver, mas não me parece. Até porque já soltaram os cães.

Para os mérdia mais “esquecidos”, eu vou querer deixar para memória futura, mais um episódio de que se vão esquecer e atirar o JJ para a ribalta esta semana. Algumas coisas que se passaram ontem. A única frase que me vem à cabeça é: “WHO LET THE DOGS OUT“. Foge Bexiga que eles andem aí…

RecoReco3 RecoReco