Das equipas B

Eu tenho visto alguns comentários sobre a nossa equipa B, e sinceramente não concordo com quase nenhum.

O protejo, é um excelente protejo e, na minha opinião, tem respondido muito bem.

As exibições podiam ser melhores? Talvez, mas o nível e qualidade de futebol que a maioria das equipas da II Liga apresentam, não é nem de longe nem de perto tão bom como o do Benfica B. E se o bom futebol puxa bom futebol, o mau futebol faz exactamente o mesmo.

Juntando a isso, temos o facto de a equipa B ter servido, quer para rodar jogadores da equipa principal, como já forneceu jogadores para a mesma equipa. Muitos irão advogar que foi por necessidade. Pois claro que foi, nem fazia sentido ser de outra forma, só por necessidade se vai buscar um jogador seja onde for.

A necessidade de colmatar um posição na qual se perdeu um jogador, ou a necessidade de aumentar a qualidade do plantel.

O Benfica este ano optou por não fazer grandes compras, assim como no mercado de Inverno, apenas se reforçou ao nível da equipa B. São opções e decisões que se tomam, que podem ser discutidas, mas que apenas aos próprios terão de ser atribuídos os méritos do sucesso ou as causas do insucesso.

Um dos reforços da equipa B, lesionou-se logo no primeiro jogo e acabou a época aí. A própria equipa B foi alvo de remodelações constantes, indo buscar jogadores ora aos juniores, ora à equipa principal.

Desde o inicio da época que entraram e saíram bastantes jogadores e construir uma equipa sólida nestas condições não será, de certeza, tarefa fácil. Basta que para isso façam um paralelismo se o mesmo acontecesse na equipa principal.

Podem concordar, ou não, no meu caso, concordo, com a rotação dos jogadores do plantel. É para isso que serve esta equipa, para apreciar a qualidade dos jogadores e verificar se há possibilidade de adaptações. Depois do objectivo da manutenção conseguido, é isso mesmo que se tem de fazer. Testes e criação de rotinas.

Agora os factos:

De entre as equipas B, e só me vou referir a estas porque comparar com as outras equipas que tem objectivos diferentes, não faz sentido, temos as seguintes estatísticas.

Neste momento, a classificação está assim

  • 4º Sporting B, 14V, 13E, 9D, 55 pontos.
  • 5º Benfica B, 14V, 12E, 10D, 54 pontos.
  • 11º Porto B, 13V, 11E, 12D, 50 pontos.
  • 16º Braga B, 10V, 11E, 14D, 42 pontos.
  • 18º Maritimo B, 11V, 4E, 21D, 37 pontos.
  • 22º Vitória SC B, 5V, 12E, 18D, 27 pontos.

Golos marcados:

  • Benfica B – 63 (2 de penalti), a apenas 3 do virtual campeão Belenenses.
  • Sporting B – 52 (13 de penalti).
  • Porto B –  43 (2 de penalti).
  • Braga B – 34 (3 de penalti).
  • Maritimo B – 31 (1 de penalti).
  • Viória SC B – 21 (1 de penalti).

Golos sofridos:

  • Sporting B – 41  (5 de penalti).
  • Porto B –  41  (5 de penalti).
  • Braga B – 42 (5 de penalti).
  • Maritimo B – 43 (5 de penalti).
  • Vitória SC B – 45 (4 de penalti).
  • Benfica B –  47 golos (4 de penalti).

Disciplina:

  • Sporting B – 100 amarelos/5 duplos amarelos/5 vermelhos.
  • Benfica B – 90 amarelos/7 duplos amarelos/3 vermelhos.
  • Braga B – 87 amarelos/7 duplos amarelos/3 vermelhos.
  • Porto B – 89 amarelos/3 duplos amarelos/4 vermelhos.
  • Vitória SC B – 89 amarelos/1 duplo amarelo/3 vermelhos.
  • Maritimo B – 85 amarelos/2 duplos amarelos/4 vermelhos.

Jogadores adversários expulsos:

  • Sporting B – 13.
  • Benfica B – 10.
  • Porto B – 5.
  • Braga B – 5.
  • Vitórias SC B – 5.
  • Martímo B – 3.

Melhores marcadores:

  • 2º Miguel Rosa, 17 golos, 35 jogos, Benfica B
  • 4º Esgaio, 14 golos, 23 jogos, Sporting B.
  • 9º Dellatorre, 11 golos, 31 jogos, Porto B.
  • 13º João Pedro, 9 golos, 20 jogos, Braga B.
  • 51º Índio, 5 golos, 26 jogos, Vitória S.C. B.
  • 64º Kukula, 4 golos, 21 jogos, Maritimo B.

São só algumas estatísticas, valem o que valem.

Lembro-me perfeitamente de ouvir dirigentes e técnicos do Benfica dizer que é um dado adquirido que durante o processo de formação de jogadores, das camadas jovens até (e agora) a equipa B, muitos serão os jogadores que não irão chegar à equipa principal e muitos deles irão “alimentar” equipas mais pequenas dos campeonatos de futebol.

Por isso, penso que com melhor ou pior exibição, o papel da equipa B está a ser conseguido e tem dado para ver quem é que pode seguir para a equipa principal e quem não pode.

Anúncios

Etiquetas:,

2 responses to “Das equipas B”

  1. Manuel says :

    Excelente apanhado que dá uma boa perspectiva de conjunto. A equipa B é para continuar.

  2. Benfiquista Tripeiro says :

    Muito bom trabalho, concordo com a opinião do autor em relação ao desempenho da equipa B. Isto é que é importante, não interessa muito a classificação, mas sim dar ritmo e experiência competitiva aos júniores e aos jovens que o Benfica vai contratando. Mais vale estarem no clube, perto da equipa principal, do que emprestados um clube suiço qualquer de meio da tabela, por exemplo.

    Espero que para o ano esta equipa possa dar mais um ou, ainda melhor, dois jogadores à equipa A.
    Este ano viu-se bem como isso pode ser útil, olhando para a importância de André Almeida e também de André Gomes. Se não houvesse equipa B, duvido muito que estes jogadores fizessem parte do plantel principal.

Opina para aí...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: