Confirma-se, ser BENFIQUISTA é mesmo proíbido

O que é que se apraz dizer depois de uma notícia destas?

Só uma coisa…. VIVEMOS NUM PAÍS ONDE OS FILHOS DA PUTA MANDAM em tudo e todos.

É mais uma vergonha. Isto sim, são valores que se devem passar aos filhos… nunca celebres o golo do teu clube, se ele for o Benfica.

“De acordo com comunicado enviado pela RTP, o comportamento de João Gobern foi “considerado inadequado pelo Diretor de Informação da RTP”. “Hoje mesmo, Nuno Santos comunicou a João Gobern a decisão da RTP de pôr fim à colaboração”.”

É completamente impensável num estado de direito, que uma pessoa, nas condições e da forma como celebrou o golo do seu clube, seja dispensada por esse motivo.

Sinceramente, espero que o Benfica NOS DEFENDA PÚBLICAMENTE DESTA MERDA, isto é um atentado à liberdade das pessoas. O homem só fez um gesto de satisfação, nem sequer emitiu um som, não provou ninguém e limitou-se a celebrar o que é seu por direito e caso a RTP se tenha esquecido… OS BENFIQUISTAS TAMBÉM TEM DIREITO A FESTEJAR OS GOLOS DA SUA EQUIPA.

Da minha parte a RTP pode contar com uma queixa por esta atitude e atentado à liberdade de expressão. Continuem a dar ênfase à música em que se agride um gato e depois façam atentados à liberdade como este.

Anúncios

Etiquetas:, ,

19 responses to “Confirma-se, ser BENFIQUISTA é mesmo proíbido”

  1. Carlos Bragança says :

    LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL

    não sei devo rir ou chorar de ti ou do teu post, tira os oculos benfiquistas e tenta perceber o que é a estação RTP e por quem é paga, tenta também saber o que significa “isenção”

    e não publiques este post, lê e guarda para ti, não vás responder-me publicamente e com mais barbaridades ainda

    • F1 says :

      Eu não sei se nasceste burro ou se ficaste assim com o tempo, mas efectivamente nem tu sabes o que é liberdade, nem sabes o que é isenção, muito menos sabes os deveres de um profissional, por isso, limita-te a ser burro sozinho e a perceberes que a estação RTP não é paga só por portistas ou sportinguistas, ok?

    • Seismilhoesum says :

      Se calhar é paga por mais benfiquistas que portistas, ou sportinguistas JUNTOS, digo eu! Isenção? O que é um deslize quando não deveria de estar a ser filmado? De quem foi a falha se não do director? Falha grave? Claro, celebrou o Benfica! Isto é, levantou o braço e não se manifestou! Mas celebrou o Benfica! Grande falha!
      Já agora, aqui não há madrassas?

  2. leandro says :

    Concordo em parte consigo… (pois ele cometeu uma falha profissional, mas daí a ser demitido.. Achei exagero)
    Realmente o Gobern foi muito infeliz…. O Jorge Perestrelo fez algo na mesma linha e na altura ninguém o veio defender.. POis não precisou, né?
    Chamou o golo do FCP de “golo de merda”, chamou o jogo de “jogo de merda”, na rádio…. Mas como é para falar contra o FCP..
    Um comentador desportivo não é contratado para dizer o que lhe vai na alma… Ele é pago para comentar, entrevistar, etc…. Comemorar golos é na bancada, no campo… Ainda se fosse um jogo da seleção, mas do Benfica… no minimo fica mal.
    Na posição de comentador desportivo, no meio de seu trabalho, teria de ser mais isento, isso é certo.. E não é por ser do SLB…
    Senão ele que vá trabalhar na BenficaTV… Pois aí até lhe pagam para ensinar passos de coreografia da águia.

    Quanto à musica atirei o pau ao gato… Só na cabeça pequena dos benfiquinhas acabar a musica dessa maneira, ainda mais na escola… “viva ao benfiquista”?!?!?!?! Coitadas das crianças, cresceriam com azia?? Isso nem é saudável para elas..
    Qualquer diz ainda vamos coros de igrejas cantarem “SlB, SLB…..”
    Enfim…

    • F1 says :

      Mas e eu tenho alguma coisa a haver com o que disse ou dizia o Jorge Perestrelo? Se ele dissesse isso, devia ter ido para a rua muito bem despedido. Mas não falo do que não conheço.
      Agora despedir um confesso adepto do Benfica, porque fez um gesto de festejo do golo do seu clube…
      Mas anda tudo burro ou quê? Ele nem estava a falar, nem sequer sabia que estava a ser filmado nesse momento.

      A Sporco TV despediu o Pedro Henriques e o seu colega de emissão depois de terem sido apanhados a gozar com o Benfica? Não, continuam lá.
      Os comentadores da RTP 2 que disseram, já por duas vezes, em jogos de futsal que “foi um pena o Benfica ter marcado”, foram despedidos? Não continuam lá, a celebrar golos das equipas adversárias do Benfica, como se não houvesse amanhã.

      Ele é pago com dinheiro dos contribuintes? Eu também sou contribuinte, qual é o mal?

      Mas ele disse alguma coisa? Ele emitiu sequer algum som? O homem fez um gesto de satisfação, o homem nem sequer estava a ver o jogo do seu clube, para cumprir o dever de lá estar. E despediram também a pessoa que lhe disse que tinha sido golo? É que assim como assim, vai tudo de uma vez.

      Tenham mas é juizo.

      Um dia que seja patrão, ai de algum funcionário meu que festeje algum golo durante o trabalho…

    • Seismilhoesum says :

      – falha profissional …… não estava a ser filmado … não deveria de estar a ser filmado. Cometeu um deslize e já está. De certeza que V- Exª não comete erros no seu trabalho. Mas ainda bem que acha um exagero … apesar de celebrar o Benfica!

      – Relativamente ao “atirei o pau ao gato”. É inacreditável a dimensão que tal estultícia atingiu! Só na cabeça dos benfiquistas? Foram os benfiquistas ou uma professora benfiquista? Cresceriam com azia? Se calhar acha que estes últimos 30 anos vão continuar por muito mais tempo!

  3. José santos says :

    Embora não goste do Sr, acho que esta medida é mais uma acção contra o Benfica. Há uma maneira de respondermos: Boicotar a RTp. Já tem tão pouca audiência , que fazê-la desaparecer não será difícil. Os benfiquista têm de se convencer da força que tem se se unirem. Não podemos é dar audiências aos pseudo programas que vão para o ar às segundas e terças feiras , à noite, que só servem para desvalorizar as vitórias do Benfica. Façam um favor ao Benfica: boicotem esses programas.

    • F1 says :

      A questão é mesmo essa, eu também nem sou fã de o ouvir, até porque ele critica mais o Benfica do que o contrário. Mas seja de que clube for… Foi um gesto, ele não insultou ninguém, nem provocou ninguém, comemorou, é que nem efusivamente foi, porque ele nem um som emitiu… é uma vergonha.

  4. Seismilhoesum says :

    Estou a tentar escrever ao provedor da RTP. Ainda não consegui. Tenho o MEO, não vi em directo, mas já vi nos blogues tal DISPARATE. Agora não há madrassas? O SENHOR (com todas as letras em maiúsculo) foi apanhado por uma câmara indiscreta pois não era suposto estar no ar! Que é inadequado até ao ponto de se despedir? O que é ISTO? Um braço levantado e sem perturbar a emissão? A perseguição aos benfiquistas já chega a este ponto? Os benfiquistas pagam MUITOS impostos à RTP, MUITO MAIS que os portistas, oh caramelos!

  5. roleta says :

    O que eu sei é que amanhã vamos limpar o Chelsea.. 2 na pá 😀

    Carregaaaaaaaaa!!!!!

  6. JQM says :

    Sendo eu benfiquista não concordo com este post.
    O João Gobern não estava no programa como representante do Benfica (ao contrários de Seara e Machado Vaz nos outros programas). Estava como comentador desportivo o que implica que seja o mais imparcial possível enquanto está nessa função.
    É evidente que o comportamento dele foi inadequado e que teria que ter consequências. Se essas mesmas consequências foram excessivas ou não é outra história…

    Não podemos reclamar quando os comentadores tratam mal o Benfica dizendo que são parciais e depois achar bem quando um dos nossos faz a mesma coisa.

    Cumprimentos
    JQM

    • F1 says :

      Eu discordo completamente da sua análise.
      Existe uma confusão muito grande entre imparcialidade/profissionalismo com emoção.

      Não estava a ouvir o programa, mas o João Gobern ao fazer um festejo, reflexo da sua emoção (sem sequer emitir um ruído), tomou partido por alguma coisa do que se estava a dizer?
      Com aquele gesto, pessoal e para si próprio, tipico de um qualquer adepto de futebol, ao saber que o seu clube marcou golo, tomou partido por alguém?

      Já disse neste blog várias vezes. A Associação de Futebol do Porto, tinha (pois não sei se continua a ter) nos seus formulários de candidatos a árbitros uma pergunta sobre os gostos clubisticos dos árbitros, é o facto de o árbitro dizer que gosta do clube A ou B, que faz dele imparcial? Ou são as decisões dele dentro de campo?
      O ser inadequado ou não vai da interpretação de cada um.
      Alguma vez, na vida eu poderia criticar o Manuel Serrão ou o Eduardo Barroso de fazerem um gesto semelhante num programa? Anda tudo maluco? Só pode. Ele pôs-se aos saltos? Ele berrou?
      Mas andamos aqui todos a armados em moralistas? Nós que vamos para o estádio dizer palavrões, berrar, andamos a criticar um simples e curto gesto? Que hipocrisia é esta? Nós que paramos de trabalhar para ver jogos do Euro (quando digo “nós” refiro-me aos muitos que pararam e cujos patrões permitiram).
      Nós que aceitamos que pessoas se insultem em programas da RTP, que permitimos que a SIC faça reportagens dentro de um autocarro onde se ouve insultos ao meu clube, que permitimos reportagens em direto onde se ouvem insultos ao clube A ou ao clube B (dependendo do estádio onde estiver a ser feita a reportagem).
      Nós que permitimos que a RTP utilize os nossos impostos para dar cobertura ao que diz um assassino condenado à pena máxima, vamos agora dizer que o gesto do João Gobern é “inadequado”.

      E já agora quem é que define o limite a “imparcialidade”. É que segundo a sua opinião, o Gobern deveria ser “o mais imparcial possível”, a palavra possível aqui é muito subjectiva, depende de quem? Do Director de Informação? Do Presidente da ERC? Do presidente de algum clube?

      É que o Gobern também crítica muitas vezes o Benfica.

      E para terminar, a sua frase “Não podemos reclamar quando os comentadores tratam mal o Benfica dizendo que são parciais e depois achar bem quando um dos nossos faz a mesma coisa”, desculpe mas acho que está mais uma vez a confundir criticas a ataque ao Benfica com parcialidade. Parcial somos todos e no jornalismo isso já foi matéria de estudo, simplesmente não há jornalistas imparciais, um jornalista que emite uma opinião, já deixou de ser imparcial, ou apresenta factos e “cala-se”, ou então a sua imparcialidade “já foi”.
      Com o gesto posso presumir que o João Gobern ofendeu toda a gente que não gosta do Benfica, porque ele festejou um golo do Benfica, é a única justificação possível e merecedora de tal consequência.

      Tal como referi nuns posts atrás, o que é que mereciam os adeptos de um clube que não o Braga, que gritaram golo do Braga (como não gritaram o do clube deles umas horas antes) atrás de mim no restaurante onde estava a ver o jogo? Cadeia?

  7. paranoiasnfm says :

    Não concordo com grande parte do que disse no artigo. Porquê? Porque, sendo ele um comentador desportivo (ou político) deverá ser Imparcial! Aliás, neste tipo de posição (comentador) é regra-chave.
    Aqui, nem sequer se coloca a lei da liberdade de expressão…

    É lixado, estar a assistir a um jogo e não poder festejar, mas ele sabia a sua posição… portanto, como tal, só lhe cabia o respeito.

    PS: Nunca gostei dele. Acho que sempre se armou em esperto. Contudo, só há coisa de 1 mês e tal, é que ouvi um comentário dele, acerca de política, com o qual concordei plenamente. Fora isso, nunca gostei dele.

    • F1 says :

      Já respondi a isso num outro comentário, mas reafirmo:
      Desde quando um “opinador” é imparcial?
      A própria premissa de que alguém está lá para dar uma opinião, faz com que tudo o que essa pessoa diga seja parcial.

      Andamos a brincar a quê? Isto é hipocrisia de uma televisão que deveria ser de todos e não só daqueles que gostam do Benfica. Ou então os canais da RTP deveriam deixar de dar a missa ou as cerimónias católicas, pois somos um país pluralista (não na lei, mas no dia a dia).
      Isto é um atentado à liberdade. Metam a mão na consciência e façam-se Homens. Deixam as crianças ir para o estádio ouvir como se dizem palavrões, mas não podem ver um gesto de festejo (que durou segundos).
      Quando já se viu e ouviu tanto na televisão. Quando há presidentes a almoçar com deputados, porque já é tradição. Ofendem-se as virgens com um gesto. Nojentos, é o mínimo que se pode dizer.

  8. leandro says :

    Prezados, em especial ao SR. F1.
    Não tenho habito de fazer replicas…
    Quando falei do Perestrelo foi apenas para citar um exemplo…. Não para criar polemica…

    A isenção e imparcialidade de um comentador, ao contrário do que apregoa, tem de ser premissa básica para o exercício da profissão… E é para isso que o contratam… Existem outros programas televisivos em que existem representantes dos clubes…
    Ele mesmo fez “mea culpa”.. Ou seja, certo não está, ele mesmo reconhece isso… E não foi por ser benfiquista… Se fosse um golo do Campeão Nacional seria igual, se fosse um golo da lagartagem igual também.

    O que é certo é que ele estava no lugar de trabalho.. Quanto a isso não podemos defender…

    Ridículo seria ele comemorar nas bancadas da Luz e ser demitido… Ou festejar em sua casa e acontecer tal coisa….

    E vamos ser sérios, virgens ofendidas são pessoas como vc, Sr F1 (sem ofensa, ok?)… Se isto acontecesse ao contrário e o comentador comemorasse o golo do FCP, chamariam a isto de mais um braço do polvo, de prova como a comunicação social Portuguesa é antilamps, como é tudo contra vós, etc… Quem sabe até se fizesse um dossier para se mandar ao Platini, não?
    Então deixe-se de lamechas, o gajo foi demitido por algo minimo, mas motivos houveram…

    Posso tb achar exagerado, mas se o próprio Gobern assume o erro, porque continuar a discutir a justiça da questão????

    Enfim… Andem lá, ganhem mas é ao Chelsea.

    • F1 says :

      Comemorar um golo? Vou ter de repetir, se o Manuel Serrão ou o Eduardo Barroso tivessem um gesto semelhante eu ia condena-los? Não sabe do que fala, de certeza.

    • Seismilhoesum says :

      “Se fosse um golo do CAMPEÃO NACIONAL seria igual, se fosse um golo da LAGARTAGEM igual também.”
      Onde é que está a imparcialidade e isenção no seu comentário? Vê como é fácil “resvalar” para o que nos manda o nosso sentimento e opinião? Num instante!
      Desculpe a intromissão.

  9. Funtastic SLB says :

    Pois é mais do mesmo…

    Sai o João Gobern entra o Miguel Guedes o homem da insenção pura ….mais o proprio comentador da Zona Mista é Portista….é de rir e chorar por mais…não está aqui a tematica se é deste ou daquele clube …mas festejar um golo é normal já o vi fazerem outros comentadores desportivos que ai andam a comentar em estações de televisão…

    Mais até já ouvi por ai um Jornalista de uma estação enquanto relatava um jogo em que se deu uma agressão do James Rodrigues numa cena de pugilato puro e duro….a dizer que não existia que não via nada de especial e que não se poderia expulsar jogadores do campo por cenas daquelas nem mais nem menos que um soco no abdomen do adversarios quando se sabe que a simples intenção vale expulsão…

    E mais não digo tantos são os casos do nosso futebol que não teria mais onde escrever…

Opina para aí...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: