Benfica 2 – 1 Braga (Witsel, Bruno César)

O Benfica fez um bom jogo ontem, atacou do inicio ao fim e qualquer resultado que não fosse a vitória do Benfica seria injusto.

Algumas considerações sobre o jogo.

Começo, pela consideração que tenho defendido há uns anos e vou continuar a defender… o Braga não joga nada. E quando digo nada, digo que joga como uma equipa pequena e para além de outros factores (financeiros) o Braga não tem nada a mais que o Guimarães ou o Marítimo. Por isso, quando alguém diz que o Braga era a equipa que estava a jogar melhor futebol, só porque vinha de 12 vitórias consecutivas, ou não vê os jogos deles, ou então não percebe rigorosamente nada de futebol.

Mas ao dizer que o Braga não joga nada, não quer dizer que não tenham mérito no que conseguiram, que são coisas distintas. A Grécia foi campeã europeia de futebol no Euro 2004, teve todo o mérito nisso e no entanto é unânime que não jogavam nada. O Braga é igual, o estilo de jogo que ontem, apresentaram na Luz, é o mesmo que apresentaram no estádio dos calhaus, é o mesmo que apresentam quando jogam contra o Porto ou contra o Sporting, ou contra outra qualquer equipa forte. Quando corre bem é mérito deles sem dúvida e não lhes tiro esse mérito, agora não me peçam para dizer que eles jogam bem quando não jogam. Jogam como joga a Académica ou o Setúbal, etc, mas com melhores jogadores. Todos fechados atrás da linha da bola, pressão sobre o portador da bola e chuto para a frente para os 3 gajos mais adiantados correrem que nem malucos, para tentar marcar em contra-ataque ou conseguir um livre, onde aí eles são efectivamente muito fortes, principalmente por causa do Hugo Viana que marca muito bem os livres. Diria mesmo que 80% dos golos de bola parada do Braga são 90% mérito do Hugo Viana, 10% de outro interveniente. A estatísticas falam por si.

Já no que respeita aos jogos com equipas pequenas, eles tem a “sorte” que os três grandes não tem. É que não há uma equipa pequena que jogue contra o Braga com 11 jogadores atrás da linha da bola. Por algum motivo psicológico, as equipas pequenas acham que devem jogar aberto contra o Braga, e é aí que reside a maior diferença em todo o campeonato. Contra os Benfica, Porto e Sporting, todas as equipas pequenas jogam fechadas atrás e chuto para a frente, contra o Braga não e quem viu o Braga – Académica, viu que só por muita sorte, ganharam o jogo.

Por isso, falarem em “resultado justo” ser o empate, é atirar areia para os olhos das pessoas. O Braga não fez uma única jogada de construção, foi tudo chuto para a frente. Estava a ver o jogo com dois portistas e até eles diziam o mesmo.

E isto leva-me à segunda reflexão: vi o jogo acompanhado por dois portistas (aliás, vimos o jogo do clube deles primeiro e depois vimos o do Benfica) e esses dois portistas, tal como eu, com eles, respeitaram-me durante o jogo do Benfica. O mesmo já não se pode dizer dos adeptos, de ocasião, do Braga que estavam no mesmo restaurante.

Para além de não se inibirem de falar alto nos contra-ataques do Braga, gritaram o golo do Braga, como não gritaram o golo do clube deles. Isto é veridico, os golos do Porto foram celebrados com um “golo” seco e curto, o do Braga foi gritado a plenos pulmões. Os únicos portistas que não gritaram, foram os que estavam comigo, que apesar da natural alegria que pudessem sentir, contiveram-se e mantiveram-se serenos.

Outros comentários que demonstram, que são adeptos que para além de nojentos são estúpidos e o clube deles é antes do seu próprio, o anti-benfiquismo.

Este comentário ouvi-o eu: “Bem, o Porto já ganhou agora é esperar que o Braga ganhe”. Isto é dito por adetpos que hoje se alegram por serem novamente líderes do campeonato, à custa de uma vitória do Benfica. Eles preferiam manter-se em segundo e arriscarem-se para a semana a ficar a 4 pontos do Braga, do que desejar o empate. Para eles (os do comentário e os do festejo de golo do clube que não o deles) deixo este : CHUPEM BOIS!!

Outras considerações:

Tive pena da lesão do Miguel Vitor, estava a fazer um excelente jogo.

Capedvila, é sem dúvida um grande jogador e jogou muito bem, mas deixo apenas esta questão para todos aqueles que criticam o Emerson por tudo e por nada: quem é que fez a falta que deu o golo do Braga? Foi o Emerson? De qualquer forma, acho que o Capedvila deveria manter a titularidade, até para protecção do próprio Emerson. Mas sejam coerentes.

Witsel e Bruno César foram os pulmões da equipa.

E o Gaitan, fez um jogo espectacular, carregou a equipa para a frente durante o jogo todo. Leva essa entrega para Londres.

E ahhh… finalmente um penalti marcado, cheguei a recear que fosse mesmo necessário arrancar uma rótula para marcar um penalti a favor do Benfica.

Anúncios

Etiquetas:,

Opina para aí...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: