Zenit – Benfica, uma questão de espectáculo.

Pegando nas palavras do jogador, Roman Shirokov, retiradas de um artigo do jornal A Bola, onde ele diz que as condições serão adversas para as duas equipas, gostaria de fazer aqui uma pequena exposição sobre o assunto.

Concordo a 100% com o que diz o jogador do Zenit, as condições serão adversas para os jogadores de ambas as equipas, até porque jogar com temperaturas de -15º, não é saudável para nenhum ser humano.

Conforme o próprio diz:

«Consegue respirar-se normalmente a andar na rua? Imagine a correr. Uma bola congelada pode partir uma perna».

Por achar que o Shirokov tem toda a razão, é precisamente neste ponto que eu quero tocar. Será isto a defesa do espectáculo desportivo?

Quando a OMS, aqui através da DGS, faz inúmeras recomendações às pessoas para não saírem de casa por causa do frio, temos um desporto que não permite que se realizem jogos em recintos fechados. Será isto a defesa do espectáculo desportivo?

Quando vejo um jogo de futebol eu gosto de ver as jogadas, gosto de ver os treinadores definirem tácticas e gosto de ver a bola rolar. Será que um campo cheio de neve, ou carregado de lama é a defesa do espectáculo?

A minha percepção é a de que as pessoas até gostam de ir ao estádio (se os bilhetes forem acessíveis), mas com jogos na TV e condições climatéricas adversas, preferem ficar em casa?

Pergunto eu, quantas pessoas espera a UEFA ter num jogo onde a temperatura rondará, na melhor das hipóteses os 0º, o que eu sinceramente não acredito, serão menos de certeza. E mesmo que o jogo se realize nessas condições, acaba por ser uma falta de respeito para com muita gente, ter pessoas nas bancadas. O futebol é um desporto de apaixonados e isso acaba sempre por levar as pessoas a ir aos estádios sejam quais forem as condições climatéricas.

Agora eu deixo a questão no ar gélido: não poderão a FIFA e a UEFA alterar as leis do jogo e permitir que jogos em que as condições climatéricas condicionam o espectáculo, sejam realizados em recintos fechados?

Eu sei que o Zenit não ia fazer uma cobertura agora de um momento para o outro, mas se calhar, para o novo estádio já pensariam nisso. Na Alemanha existem estádios que estão fechados, para preservar o relvado e que só abrem durante o jogo. Não deixo de achar curioso que o relvado é permitido preservar, já o espectáculo não tem essa sorte.

E se os jogadores acabam por aquecer (sendo que com -15º não lhes adianta muito), o público não consegue fazer esse esforço. E se eu quando me desloco ao Estádio da Luz e o jogo entra pela noite dentro, vou todo equipado para me proteger do frio, não quero imaginar como é que se está num estádio com -15º. Sinceramente acho que não se está.

A minha opinião, é que já temos tecnologia e know-how para se fazerem estádios que permitam que os jogos se realizem em recintos fechados e se assim fosse e o Zenit até já tivesse um estádio desses, não estávamos hoje com dúvidas se o jogo se vai ou não realizar ou se vai ser alterado para um estádio a 800 ou 1000kms de distância da cidade natal do Zenit.

Com o mundial do Catar a aproximar-se e com o levantamento de questões sobre o mesmo tema, mas com condições climatéricas inversas às do próximo jogo do Benfica, porque não fazer-se o debate sobre este assunto?

Sempre ouvi dizer que o futebol era um desporto de inverno. Se assim o é, já é hora de permitir que o espectáculo seja defendido. No início dos tempos do futebol, a paixão era maior, mas tenho a certeza que muitos desses jogadores dariam tudo para jogar hoje, com as condições que existem para se praticar a modalidade, por isso, temos de evoluir e deixar o saudosismo dos campos de terra batida ou dos jogos em campos de neve para trás e defender o espectáculo.

É pelo menos esta a minha opinião.

Aproveito ainda para deixar um link para um bom artigo que o Zenit publicou no seu site: Eye of the Eagle

Adenda: Ao que parece o Benfica chegou a São Petersburgo com uma temperatura de -20º e para amanhã há hora do treino estão previstos -30º!!!

Anúncios

Etiquetas:,

One response to “Zenit – Benfica, uma questão de espectáculo.”

  1. Fábio Soares says :

    É parecido, guardadas as proporções, ao que se faz por aqui (América do Sul) com jogos em sítios a 3600 metros de altitude. Não se respira. Mas é o jeito que times menores encontraram para superar brasileiros e argentinos.
    abs

Opina para aí...

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: